Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Palavra do Presidente

JUROS ALTOS IMPEDEM RETOMADA DO CRESCIMENTO

A decisão do Copom de manter da taxa Selic em 6,5% ao ano não ajudará a reduzir as taxas dos empréstimos tão necessários para os investimentos do setor produtivo e para as pessoas físicas, que já estão atoladas em dívidas.A inflação está baixa – 1,76% (INPC) nos últimos 12 meses. A taxa de 6,5% ao ano representa um juro real e proibitivo em torno de 4 p.p e mantém o Brasil na contramão da retomada do crescimento.O movimento sindical e a classe trabalhadora não esperavam uma decisão otimista do governo em relação aos juros, mas vão continuar lutando por medidas que realmente apontem para o reaquecimento da economia com mais produção, geração de emprego e renda.

Miguel Torres
Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), Força Sindical e Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS