Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Construção Civil

Metalúrgicos de São Paulo apoiam greve dos trabalhadores da Construção Civil

Miguel Torres e Ramalho, juntos no canteiro de obras da Even, zona sul, nesta segunda, 21 de maio de 2018, na greve da campanha salarial do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo.

Hoje foi mais um dia intenso de mobilizações do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo em apoio aos companheiros da construção civil em greve de campanha salarial pela renovação da convenção coletiva de trabalho.
Acontece que sindicato patronal Sinduscon quer negociar apenas algumas cláusulas da pauta de reivindicações e nada mais.

Portanto, nosso apoio ao Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, presidido pelo companheiro Antonio de Sousa Ramalho, faz parte de uma grande ação unificada do movimento sindical contra os maus patrões que aproveitam o cenário de crise e a lei da reforma trabalhista para explorar a classe trabalhadora, tirar direitos e acabar com as conquistas das convenções coletivas.

“Além desta luta de resistência, temos de eleger parlamentares e governantes que abracem as reivindicações da classe trabalhadora e coloquem o Brasil novamente nos trilhos do desenvolvimento. A sociedade brasileira não pode reeleger os políticos que votaram a favor da terceirização e da reforma trabalhista e os entreguistas ilegítimos que estão vendendo as nossas riquezas nacionais”, diz Miguel Torres, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo/Mogi das Cruzes e vice-presidente da Força Sindical.

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS