Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

1º de Maio

Reveja o histórico e virtual 1º de Maio de 2020 (edição compacta e na íntegra)

Clique na seta de áudio acima para acessar
a edição compacta do 1º de maio de 2020

Em respeito ao distanciamento social, o movimento sindical brasileiro fez neste ano de 2020 um 1º de maio diferente, com mensagens e músicas somente pela internet. Mesmo assim, virtual, foi um Dia do Trabalhador expressivo, de esperança, em defesa da vida, da saúde, dos empregos, da renda e dos direitos da classe trabalhadora.

O evento solidário prestou homenagens aos profissionais da Saúde, na linha de frente no combate ao coronavírus, e aos trabalhadores de outros serviços essenciais à população. Também foi um ato de repúdio aos ataques à democracia e à postura arrogante e irresponsável do presidente Bolsonaro diante da crise da pandemia.

Usaram da palavra, gravadas em vídeo, os presidentes e representantes da Força Sindical, CUT, UGT, CTB, Nova Central, CSB, CGTB, Intersindical e Pública.

Miguel Torres, presidente da Força Sindical, pede a renúncia de Bolsonaro

 

Expressão política – também colaboraram com vídeos os ex-presidentes da República Lula, FHC e Dilma e, entre outros, Ciro Gomes, Marina Silva, Fernando Haddad, Manuela D’Ávila e o deputado federal Paulinho da Força.

Música – Com duração de 6 horas, a programação contou com músicos novos e já conhecidos do grande público, como Zélia Duncan, Leci Brandão, Francis Hime, Fernanda Takay e Chico César. A atração internacional foi Roger Waters, ex-integrante da banda Pink Floid e ativista. No encerramento do 1º de Maio de 2020, Daniela Mercury cantou com outros artistas a sempre atual canção “O Sal da Terra”, de Beto Guedes e Ronaldo Bastos.

Veja a seguir na íntegra o evento que, segundo
a TVT, teve mais de 10 milhões de acessos:

 

 

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS