Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Construção Civil

Protesto na Estaiada marca o 3º dia de greve dos trabalhadores da Construção Civil

Alexsander Wilson Gonçalves

Miguel Torres, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e da CNTM, e vice da Força Sindical, apoiou e participou intensamente do movimento grevista dos trabalhadores da Construção Civil de São Paulo, com paralisações nos canteiros de obra em toda a cidade. Nesta quarta, 25 de maio de 2016, o movimento havia entrado no 3º dia de greve e foi marcado por um grande ato de protesto na Ponte Estaiada, região sul de São Paulo.

A pressão surtiu efeito. O Sindicato da categoria (Sintracon-SP), presidido por Antonio de Sousa Ramalho, conseguiu fechar as negociações com vitória para a categoria (data-base 1º maio).

Para Miguel Torres, o apoio dos metalúrgicos e de outras categorias foi fundamental para fortalecer a luta do Sintracon e garantir a conquista salarial. “Outras categorias iniciam suas respectivas campanhas salariais e a conquista dos trabalhadores da construção civil servirá de parâmetro para as futuras negociações. Unidos, somos mais fortes!”, diz Miguel Torres.

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS