Entidades:
Redes Sociais:
destaques
Artigo
18/05/17 | Fonte: Imprensa Federação dos Metalúrgicos de SP

O que fazer?

Claudio Magrão, presidente da Federação dos Metalúrgicos no Estado de SP


 

Diante das novas denúncias da JBS, o País foi dormir estarrecido e acordou com tantas dúvidas que estão gerando duas coisas muito perigosas e negativas: decisões precipitadas e uma sensação de paralisia total.

Tais reações são naturais frente a tantos desmandos na esfera política e a incerteza do que está por vir nos próximos minutos, horas e dias.

O fato é que temos de continuar com nossa linha ininterrupta de ação na defesa dos direitos da classe trabalhadora. Esse sempre foi e deve continuar sendo nosso papel na sociedade.

Não existe outra alternativa senão repudiarmos toda essa sujeira e não admitirmos que a classe trabalhadora continue pagando a conta da corrupção ou de propostas de Reformas que a prejudiquem.

Vamos nos manter atentos e unidos. Não vamos permitir que nossas convicções políticas ou ideológicas nos desmobilizem neste momento em que, mais do que nunca, precisamos demonstrar nossa força e nossa capacidade na defesa incondicional dos trabalhadores.

Dessa forma, dia 24, em Brasília, estaremos demonstrando o caminho que queremos e nossa organização para isso!

Nenhum Direito a Menos! #OcupeBrasília

Claudio Magrão, presidente da Federação dos Metalúrgicos no Estado de SP

Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São PauloO fato é que temos de continuar com nossa linha ininterrupta de ação na defesa dos direitos da classe trabalhadora. Esse sempre foi e deve continuar sendo nosso papel na sociedade. Não existe outra alternativa senão repudiarmos toda essa sujeira e não admitirmos que a classe trabalhadora continue pagando a conta da corrupção ou de propostas de Reformas que a prejudiquem.
Vamos nos manter atentos e unidos. Não vamos permitir que nossas convicções políticas ou ideológicas nos desmobilizem neste momento em que, mais do que nunca, precisamos demonstrar nossa força e nossa capacidade na defesa incondicional dos trabalhadores. Dessa forma, dia 24, em Brasília, estaremos demonstrando o caminho que queremos e nossa organização para isso!
Nenhum Direito a Menos! Ocupa Brasília!
Claudio Magrão
Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São PauDiante das novas denúncias da JBS, o país foi dormir estarrecido e acordou com tantas dúvidas que estão gerando duas coisas muito perigosas e negativas: decisões precipitadas e uma sensação de paralisia total. Tais reações são naturais frente a tantos desmandos na esfera política e a incerteza do que está por vir nos próximos minutos, horas e dias.
O fato é que temos de continuar com nossa linha ininterrupta de ação na defesa dos direitos da classe trabalhadora. Esse sempre foi e deve continuar sendo nosso papel na sociedade. Não existe outra alternativa senão repudiarmos toda essa sujeira e não admitirmos que a classe trabalhadora continue pagando a conta da corrupção ou de propostas de Reformas que a prejudiquem.
Vamos nos manter atentos e unidos. Não vamos permitir que nossas convicções políticas ou ideológicas nos desmobilizem neste momento em que, mais do que nunca, precisamos demonstrar nossa força e nossa capacidade na defesa incondicional dos trabalhadores. Dessa forma, dia 24, em Brasília, estaremos demonstrando o caminho que queremos e nossa organização para isso!
Nenhum Direito a Menos! Ocupa Brasília!
Claudio Magrão
Presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo

 

0
Seu comentário:
Nome:
Email:
23/05/17

Ocupe Brasília 24 de Maio

DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31
Receba notícias da CNTM:
Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos
SAS, Quadra 06, Bloco K, Edifício Belvedere, Grupo 502 CEP 70.070-915, Brasília/DF 55 61 3223.5600 cntm@cntm.org.br