Entidades:
Redes Sociais:
destaques
Metalúrgicos de São Caetano do Sul/SP
17/05/17 | Fonte: Imprensa Metalúrgicos de São Caetano do Sul

As contradições do governo Michel Temer!

Aparecido Inácio da Silva, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul

Ao afirmar que sem a reforma da Previdência Social o Brasil paralisa suas atividades em sete anos, o governo Temer se revela disposto a praticar terrorismo psicológico para tornar viável o seu pacote de maldades contra a população, em especial à classe trabalhadora. O mesmo se pode dizer sobre a reforma trabalhista que, se aprovada no senado, enterrará um breve ciclo de cidadania social assegurado pela CLT em conjunto com a Constituição de 1988.

O discurso de que a sustentabilidade financeira do país e a geração de novos empregos dependem de tais reformas é discurso para “inglês ver” e ouvir. No caso específico da Previdência o seu verdadeiro papel é no sentido de distribuir renda, promover a justiça social e amparar econômica e socialmente à força de trabalho na doença e velhice, e não o oposto.

Tamanha inverdade serve para mascarar o real objetivo do governo que nada mais é do que provocar o desmonte do Estado para beneficiar mais e melhor o capital especulativo em prejuízo da produção e do emprego.

Não precisa ser economista para se saber no que implica o tal “ajuste fiscal” que vem sendo conduzido pelo Ministério da Fazenda, hoje sob o comando de um banqueiro. Suas implicações já são visivelmente sentidas nos cortes abusivos dos gastos sociais e na ausência de políticas voltadas ao crescimento da economia.

Desde 2015 o Brasil está vivenciando toda essa desordem, com reflexo negativo no crescimento desenfreado do desemprego e subemprego que, juntos, somam hoje 22 a 23 milhões de pessoas sem emprego formal (com carteira assinada e gozando de direitos), queda da renda das famílias de 4,2% em 2016, na deterioração do crédito e redução de 10,2% no investimento produtivo (formação bruta de capital fixo).

Diante disso, cabe então ao governo responder com a devida seriedade como fará para fazer o país voltar a crescer econômica e socialmente. Do contrário, o único jeito para enfrentar esta situação para lá de caótica é os trabalhadores e trabalhadoras ocuparem as ruas e resistir!

Aparecido Inácio da Silva é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul e advogado

0
Seu comentário:
Nome:
Email:
23/05/17

Ocupe Brasília 24 de Maio

DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31
Receba notícias da CNTM:
Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos
SAS, Quadra 06, Bloco K, Edifício Belvedere, Grupo 502 CEP 70.070-915, Brasília/DF 55 61 3223.5600 cntm@cntm.org.br