Entidades:
Redes Sociais:
destaques
Artigo
20/04/17 | Fonte: VAL GOMES (Assessor de Comunicação CNTM)

Mulheres contra o desmonte de direitos!

Mônica Veloso, vice-presidente da CNTM, vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Membro da Executiva e presidente do Comitê Mundial de Mulheres da IndustriAll

Os ataquequando uma mulher entra numa luta ela vai até o fim... não podemos aceitar que sejam as mulheres trabalhadoras a pagar mais esta conta!s às conquistas sociais, previdenciárias, sindicais e trabalhistas da classe trabalhadora continuam como prioridades para o governo Temer, a mídia e a maioria dos parlamentares no Congresso Nacional, ligados ao empresariado e ao rentismo. 

Já congelaram por vinte anos os investimentos em saúde e educação, foi sancionada a terceirização geral e estão impondo as reformas da Previdência e Trabalhista sem um real diálogo com a sociedade organizada e sem respeito algum aos direitos conquistados com muita luta e suor pelo povo brasileiro.

Nossa resposta a estas atrocidades será na sexta-feira, 28 de Abril, de norte a sul do País, com uma greve grandiosa de todas as categorias organizadas por nossos sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais e pelos movimentos sociais e populares.

Assim como na mobilização de 15 de março, será importante uma expressiva participação das trabalhadoras nesta greve de 28 de abril. Precisamos demonstrar nossa força e organização contra as propostas que representam a precarização das relações de trabalho e a desconstrução de direitos do conjunto da classe trabalhadora, em especial para as mulheres, que já têm muitos desafios a enfrentar para a superação definitiva das injustiças, desigualdades, preconceitos e violência.  

Companheiras, vamos às ruas, vamos parar o Brasil e organizar pressão sobre os parlamentares e exigir Nenhum Direito a Menos! Contamos com o apoio e a participação de todas as dirigentes sindicais e trabalhadoras nesta urgente luta pela manutenção e ampliação das conquistas por um Brasil melhor.

Quando uma mulher entra numa luta, ela vai até o fim. Não podemos aceitar que sejam as mulheres trabalhadoras a arcar mais com esta conta.

Mônica Veloso
Vice-presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM)
Vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região
Membro da Executiva e presidente do Comitê Mundial de Mulheres da IndustriAll

#28Greve


0
Seu comentário:
Nome:
Email:
19/04/17

Pare! Greve 28 de Abril

DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30
Receba notícias da CNTM:
Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos
SAS, Quadra 06, Bloco K, Edifício Belvedere, Grupo 502 CEP 70.070-915, Brasília/DF 55 61 3223.5600 cntm@cntm.org.br