Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Artigo

Por Conquistas Permanentes aos Trabalhadores

Fechamos mais um ano de Campanha Salarial com aumento nos Salários da Categoria Metalúrgica do Estado de São Paulo. Com uma inflação acumulada de 5,58%, conseguimos a reposição da mesma e mais 2,29% de Aumento Real. Aliás, é preciso ressaltar que partimos para o 11º. Ano com aumentos significativos. Nos últimos 10 anos, além da inflação, atingimos uma média de 29% de aumento real. Em uma economia estabilizada isso é muito importante.

Devemos comemorar ? Sem dúvida ! A nossa mobilização e a organização da categoria metalúrgica foi, mais uma vez, o elemento fundamental para que os patrões aceitassem nossas exigências. Por outro lado, queremos mais e vamos continuar sempre atrás de mais para os trabalhadores.

Nossa satisfação vai apenas ao limite do que consideramos possível em mais um ano de negociação difícil com o setor patronal, de inflação alta e de um quadro recessivo na economia do país. Não podemos e não vamos parar em nossa função de representar os trabalhadores da melhor maneira possível.

É dentro dessa perspectiva de buscar conquistas cada vez maiores e melhores que estamos procurando avançar em uma linha de frente diferenciada. É preciso sempre manter os trabalhadores mobilizados e organizados mas, além disso, precisamos criar canais de discussão mais diretos e constantes com os setores patronais na busca de uma Campanha Salarial Permanente. Não podemos mais deixar para discutirmos salários ou cláusulas sociais apenas em um período do ano.

A idéia vem sendo amadurecida e acreditamos que, dessa forma, através de um diálogo aberto com o setor patronal, seja através de uma Comissão ou através de um Fórum de discussões que atinjam todas as questões que envolvam o mundo do trabalho e, em particular, as que atinjam o setor metalúrgico, poderemos avançar muito mais em nossas Campanhas Salariais.

Sem dúvida saímos mais fortes desta Campanha Salarial. Mas podemos e vamos nos fortalecer ainda mais, mantendo os trabalhadores e seus sindicatos informados, mobilizados e unidos em prol de uma vida mais digna para todos. Como sempre, estamos dispostos e abertos às discussões que possam trazer benefícios àqueles que constroem a riqueza do país e, para tanto, devemos intervir de maneira enfática e permanente na política econômica e social do país.

Claudio Magrão
presidente da Federação dos Metalúrgicos de SP

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS