Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Palavra do Presidente

Tempos sombrios

As igrejas e os templos são fundamentais para a expressão da fé e da religiosidade. Mas neste momento é fundamental que estejam fisicamente fechados para proteger os fiéis e colaborar com as medidas restritivas adotadas pelos governos estaduais e municipais contra o aumento do número de casos e mortes por covid-19.

São então inadmissíveis a decisão do ministro Nunes Marques do STF liberando os cultos e missas, expondo os fiéis no auge da pandemia, e a proposta feita pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson, de armar os cristãos contra as autoridades.

Esperamos que as lideranças religiosas do bem reforcem a luta contra o negacionismo e o mercantilismo da fé e incentivem, por exemplo, o uso da Internet para a transmissão dos cultos e missas.

Vamos, sem perder a fé, continuar defendendo as vacinas, o distanciamento social, o uso de máscara, a higienização das mãos, o álcool gel e o auxílio emergencial de 600 reais, entre outras medidas baseadas na razão e na ciência.

Não podemos deixar que no meio de tanta tragédia prosperem os fanatismos, os tempos sombrios e os ímpetos de morte. Deus é Luz, Deus é Vida!

Miguel Torres
Presidente da Força Sindical, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS