Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Coronavírus

MPT e Centrais Sindicais debatem atuação conjunta em defesa da classe trabalhadora frente à crise do coronavírus

Em reunião por videoconferência, nesta sexta, 20 de março, representantes das Centrais Sindicais e do Ministério Público do Trabalho (MPT) decidiram organizar um grupo de atuação conjunta de intercâmbio de informações sobre ações neste período da pandemia de coronavírus em defesa da vida, da saúde, do emprego e da renda da classe trabalhadora brasileira.

Participaram o procurador-geral do Trabalho, Alberto Bastos Balazeiro, e o procurador Ronaldo Lima dos Santos, entre outros membros do MPT. Da sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, participaram Miguel Torres, presidente do Sindicato e da Força Sindical, Sérgio Nobre, presidente da CUT, e Vagner Freitas, vice-presidente da CUT.

Para Miguel Torres, o movimento sindical é essencial para a classe trabalhadora e a sociedade em geral, tanto na questão da saúde pública, de apoio e participação nas ações preventivas e de combate ao Covid-19, quanto na manutenção das atividades econômicas do País.

“Precisamos ampliar o diálogo social entre movimento sindical, instituições como o MPT e suas estaduais, governos, parlamentos e empresariado e as ações diárias, com muita informação, para proteger a saúde e a vida das pessoas, dos trabalhadores e trabalhadoras, e zelar pela preservação dos setores produtivos, dos empregos, dos direitos e da renda dos trabalhadores”, diz Miguel Torres.

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS