Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

#OcupeBrasília

Metalúrgicos seguem para a Marcha a Brasília e CNTM prepara acampamento no Congresso em defesa dos direitos

Dirigentes e trabalhadores metalúrgicos, da base representada pela CNTM – Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, participarão da Marcha a Brasília, a ser realizada nesta quarta, 24 de maio, na capital federal, em defesa das aposentadorias e dos direitos trabalhistas e por Diretas Já!

De todas as regiões do País, em torno de 500 ônibus com manifestantes metalúrgicos seguem nesta terça para Brasília. Segundo as centrais sindicais, a Marcha deverá reunir mais de 100 mil manifestantes, das mais variadas categorias.

#OcupeBrasília – Em Brasília, a concentração dos manifestantes ligados à Força Sindical será no Parque da Cidade, ao lado da Torre de Televisão. De lá, os manifestantes sairão às 10h em direção ao Congresso Nacional, para um ato às 12h.

Acampamento da Resistência

A CNTM e suas entidades filiadas (Sindicatos e Federações) farão um acampamento em frente ao Congresso Nacional, para que após a Marcha a Brasília os dirigentes e trabalhadores metalúrgicos fiquem em vigília permanente por Fora Temer/Diretas Já e em defesa dos direitos da classe trabalhadora.

A partir do acampamento, missões sindicais serão feitas junto aos Senadores e Deputados Federais, para que, por intermédio do diálogo, os parlamentares reflitam mais sobre as reivindicações dos trabalhadores e não aprovem as “reformas” trabalhista e da Previdência.

Uma das barracas será a Sede da Resistência, sob a coordenação de Miguel Torres, presidente da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo/Mogi das Cruzes e vice-presidente da Força Sindical.

“Queremos o fim da tramitação das propostas do governo e seus aliados que destroem as aposentadorias e os direitos trabalhistas. Vamos exigir também Fora Temer e Diretas Já, para que o povo brasileiro escolha um novo presidente, um novo governo. Precisamos de um grande esforço coletivo para recolocar o País no eixo do desenvolvimento econômico, com geração de emprego, direitos garantidos e justiça social”, diz Miguel Torres.

Mais de 500 barracas com dirigentes e trabalhadores metalúrgicos estarão no Acampamento da Resistência.

Galeria de Fotos



Miguel Torres e Metalúrgicos de São Paulo



CNTM prepara em Brasília o acampamento metalúrgico da resistência



Metalúrgicos de Angra dos Reis



Metalúrgicos da Grande Curitiba



Metalúrgicos de Gravataí



Metalúrgicos de Londrina



Metalúrgicos de Marabá



Siderúrgicos RJ



Metalúrgicos de Santo André



Metalúrgicos de Ferraz de Vasconcelos



Metalúrgicos de São Caetano do Sul



Metalúrgicos de Presidente Prudente



Metalúrgicos de Osasco



Metalúrgicos de Piracicaba



Metalúrgicos de Mococa



Metalúrgicos de Guarulhos



Metalúrgicos de Mirassol



Metalúrgicos de Campos dos Goytacazes



Metalúrgicos de São Paulo/Mogi das Cruzes



Metalúrgicos de Santo André e Mauá

Galeria encerrada às 19h30 – 23 de maio de 2017

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS