Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Metalúrgicos de São Paulo/SP

Metalúrgicos de São Paulo realizam assembleia decisiva nesta sexta, 4, às 18h

O Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes realizará nesta sexta, 4 de novembro, assembleia decisiva da categoria, que poderá decretar greve, se não houver contraproposta salarial satisfatória dos grupos patronais. A assembleia será às 18h, em frente ao Sindicato, na Rua Galvão Bueno, 782, Liberdade, São Paulo.

O comando dos trabalhadores já participou de várias rodadas de negociação e, até o momento, não recebeu proposta salarial nem de garantia das cláusulas sociais da pauta de reivindicações.

“Desde agosto, estamos fazendo assembleias nas fábricas para preparar a categoria para uma campanha difícil, em função da recessão e do conservadorismo dos patrões, que querem tirar direitos e benefícios, e mobilizar para a greve. Os patrões precisam entender que aumento de salário ajuda a sair da crise. Quando o trabalhador tem dinheiro, ele compra, põe dinheiro na economia e isso é positivo”, afirma Miguel Torres, presidente do Sindicato e da CNTM, também vice-presidente da Força Sindical.

Com data-base em 1º de novembro, a categoria reivindica aumento salarial, valorização dos pisos e a manutenção das cláusulas sociais da Convenção Coletiva, entre outros itens. A Campanha é unificada, reúne 54 sindicatos metalúrgicos ligados à Federação dos Metalúrgicos do Estado de SP e à Força Sindical e luta por cerca de 750 mil trabalhadores.

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS