Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Artigo

Independência e soberania – artigo do Cabeça

Publico este artigo no Dia da Independência do Brasil. Esta data, na atual conjuntura, merece muita reflexão.

Até porque independência não é apenas um fato marcado no calendário cívico. A soberania efetiva de uma Nação é um processo, que deve ir se consolidando com o tempo, por meio do nosso próprio povo e dos nossos governantes.

A nossa independência começou antes do próprio gesto de D. Pedro I, em 7 de setembro de 1822. Lutadores como Tiradentes, entre outros, ajudaram a construir a independência atual. E todos nós, quando lutamos por um Brasil com justiça social, mercado interno pujante, indústria nacional forte e soberania energética, ajudamos a tornar o País mais autônomo perante as potências mundiais.

O Brasil poderia ser mais forte, mais desenvolvido, mais igualitário e mais independente. Mas nossas elites não ajudam. Ao contrário. Parte da classe dominante nacional é submissa ao grande capital e não tem escrúpulos em servir ao interesse estrangeiro, mesmo que isso custe o sacrifício do povo. 

Este 7 de Setembro é também diferente dos feriados da Independência de anos recentes, quando o País crescia e a democracia se fortalecia. O Brasil sofre hoje uma mudança de governo por meio de um mal-disfarçado golpe de Estado. O fato concreto é que sai um governo mais ligado ao campo popular e entra um presidente simpático à velha elite.

A classe trabalhadora está atenta a essa mudança. De um lado, está pressionada pela recessão; de outro, com temor de reformas que venham derrubar direitos e conquistas alcançadas em décadas. Esse temor também atinge aposentados, que podem ter benefícios desvinculados do salário mínimo, significando arrocho em seus vencimentos.

Em todos os momentos da vida nacional, os trabalhadores se aliaram aos setores que atuavam por uma ordem social mais justa. A classe trabalhadora lutará para que os direitos sejam preservados. Até porque, não seremos um povo altivo e um País soberano se direitos elementares forem mudados ao sabor de interesses mesquinhos de governos e do capital.

Desejo a todos um ótimo feriado da Independência, sugerindo que façamos uma reflexão sobre essa data e estejamos atentos aos rumos da política e da economia. O Brasil tem tudo pra ser uma das nações mais desenvolvidas do mundo. Vamos, nesta data, reafirmar nosso patriotismo e a confiança de que podemos, sim, construir a Nação pela qual Tiradentes deu a vida.

Josinaldo José de Barros (Cabeça)
Presidente em exercício do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região

www.facebook.com/josinaldo.cabeca.1

josinaldo@metalurgico.org.br

 

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS