Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Metalúrgicos de São Caetano do Sul/SP

GM PRESSIONA POR FLEXIBILIZAR DIREITOS; SINDICATO DEFENDE CUMPRIMENTO DO ACORDO COLETIVO VIGENTE

Em assembleia realizada hoje (01/02) pela manhã, no portão 4 da empresa General Motors, em São Caetano do Sul, o presidente do Sindicato, Aparecido Inácio da Silva, o Cidão, solicitou dos trabalhadores apoio para a defesa do acordo coletivo em vigor e contra a pressão da empresa visando flexibilizar direitos, como condição para permanecer no Brasil.

Pauta semelhante foi entregue pela GM aos sindicatos dos metalúrgicos de São José dos Campos/SP e de Gravataí/RS, respectivamente, onde a empresa também possui unidade fabril.

De acordo com o presidente do sindicato, não há neste momento nada a ser negociado, já que existe um acordo aprovado em fevereiro de 2017 e válido até 2021 que acabou por flexibilizar diversos direitos e assim garantir o investimento de R$ 1, 2 bilhão na unidade de São Caetano do Sul.

Incluindo a redução do piso salarial para novas contratações, adicional noturno, que foi reduzido de 30% para 20% (o mínimo previsto em lei), zero de indexação de aumento salarial (INPC)em 2018, 60% em 2019 e 100% em 2020, manutenção do banco de horas, entre outros.

Ainda durante assembleia, Cidão deixou claro que não se trata de querer radicalizar contra. O sindicato sempre esteve a aberto ao diálogo e ao entendimento para a busca de solução quando o assunto é a defesa do emprego em São Caetano do Sul, na região do ABC Paulista, bem como no Brasil, mas neste momento não é tarefa da direção da entidade aceitar negociar algo que já está decidido.

“O acordo está assinado e precisa ser cumprido. Não há o que negociar. Como poderei ir a uma reunião para tratar de algo que já foi decidido? ”, questionou o dirigente.

Cidão pediu aos trabalhadores a sua aprovação no tocante a defesa que o sindicato vem fazendo da manutenção do acordo em vigor. O que foi aprovado por unanimidade por cerca de 3 mil trabalhadores presentes à assembleia.

Além da assembleia no Portão 04, o sindicato realizou mais três outras: às8h, no portão 09, às9h, no Centro Tecnológico e, as 16h30, novamente no portão 04, com o pessoal do turno da noite.

 

São Caetano do Sul, 01 de fevereiro de 2019.

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS