Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Notícias

Educação como base do crescimento

“Recente pesquisa realizada pela Manpower, publicada no Jornal da Tarde, apontou que o Brasil ocupa a terceira (e negativa) posição quanto ao preenchimento de cargos de trabalho. O motivo: falta de qualificação profissional.

Para que um país cresça ordenadamente é preciso que diversos fatores estejam integrados. Se a economia cresce e aumentam as ofertas por trabalho é preciso também ampliar as políticas públicas na área de capacitação dos trabalhadores.

O movimento sindical vem, permanentemente, promovendo cursos de qualificação profissional. Mas ações precisam ser mais amplas, e isso depende de maior apoio dos governos estadual e federal.

Há também que se considerar que além de promover cursos de qualificação é necessária uma reformulação do Ensino Público. A ideia do atual Governo do Estado de São Paulo via Secretaria do Trabalho, em integrar o ensino das matérias tradicionais e o direcionamento para um curso técnico é, sem dúvida, um avanço considerável nesse sentido. Mas precisa sair do papel.

A economia está em crescimento, novos postos de trabalho vem sendo gerados, assim, é preciso criar políticas públicas que garantam uma educação de qualidade.

Formação não somente para que a pessoa venha a ocupar um posto de trabalho, mas, sobretudo, para que adquira conhecimentos sólidos para compreender, analisar, interpretar e ser um cidadão mais integrado à sociedade”.

Cláudio Magrão é presidente da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do Estado de São Paulo.

www.fedmetalsp.org.br

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS