Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Artigo

Duas táticas

João Guilherme Vargas Netto, consultor sindical de entidades de trabalhadores

Depois da grande manifestação unitária do dia 14 de junho com suas três bandeiras da defesa da Educação, da exigência da criação de empregos e do repúdio à deforma previdenciária, a direção sindical deve discutir no Congresso Nacional, com deputados e senadores, suas posições.

O assunto prioritário em pauta é a deforma de Guedes e Cia. Embora os outros dois temas mantenham sua importância e mereçam atenção as grandes manobras se darão em torno do debate sobre a Previdência.

Mantendo sempre sua atenção voltada às bases com a continuidade dos esforços de mobilização, esclarecimento e unificação, a direção sindical deve se empenhar em convencer os parlamentares da justeza de suas propostas.

Para tanto deve valorizar no Congresso Nacional, duas táticas que nortearão suas iniciativas.

A primeira delas em relação aos parlamentares de oposição ou que se opõem à deforma deve fortalecer seu empenho de resistência impedindo que Guedes e Cia. consigam os 308 votos necessários à aprovação da PEC contra a aposentadoria.

A segunda tática relacionada ao conjunto de deputados e senadores (incluindo os próprios oposicionistas) visa derrotar os principais pontos negativos da deforma (em especial a capitalização e a desconstitucionalização) e eliminar ponto a ponto as discriminações mais evidentes aos trabalhadores, às categorias e à sociedade.

Estas duas táticas não se contrapõem, elas se complementam. O empenho de resistir à deforma e de derrotá-la reforça o golpe contra tal ou qual aspecto dela que pode arregimentar mais forças que a pura e dura negação.

Para executar com êxito as duas táticas a direção sindical deve reforçar sua unidade de ação, convocar de modo permanente e inteligente a manifestação das bases e se relacionar com os partidos, bancadas, lideranças e parlamentares de modo a dificultar a aprovação da PEC ou desfigurá-la.

João Guilherme Vargas Netto
consultor sindical de entidades de trabalhadores

 

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS