Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Movimento Sindical

Centrais sindicais e procuradores debatem desafios do mundo do trabalho

Na Procuradoria Regional do Trabalho, em São Paulo, dirigentes das centrais sindicais foram recebidos nesta quarta, 23, pelo novo procurador-geral Alberto Bastos Balazeiro, pelo procurador Ronaldo Lima dos Santos (Conalis/MPT e Coordenação Nacional de Promoção da Liberdade Sindical) e Carolina Mercante (Coordenação Nacional de Promoção da Liberdade Sindical).Em pauta: a reestruturação sindical, as práticas antissindicais e o enfraquecimento das NRs, que são normas regulamentadoras muito importantes para a saúde e a segurança do trabalhador.

“O diálogo social é fundamental para o fortalecimento das lutas de resistência, contra os ataques ao movimento sindical e aos direitos da classe trabalhadora, e das instituições sérias e democráticas do País”, diz Miguel Torres, presidente da Força Sindical, da CNTM e do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, presente à reunião juntamente com Danilo Pereira, presidente da Força SP.

 

Negociações com o Sindipeças

Nesta quarta, 23, o secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Jorge Carlos de Morais, Arakém, participou na Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo, de rodada de negociação com o grupo patronal Sindipeças.

A campanha salarial 2019 é unificada e reúne os 53 sindicatos filiados à Federação, representando em torno de 800 mil metalúrgicos em todo o Estado, todos na luta pelo reajuste com aumento real e pela Convenção Coletiva de Trabalho, que contém conquistas superiores à legislação.

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS