Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

BLOGS
Diretoria

Diretoria

Rosangela Lopes Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Vale do Sapucaí/MG

Diretoria

Tecnologia e lutas operárias

Precisamos, como representantes dos trabalhadores (as), estar atentos aos novos processos tecnológicos e utilizar as ferramentas em favor das lutas da classe operária.

O mundo não voltará 50 anos, ele irá caminhar com a inovação e a tecnologia modificando a sociedade mais e mais.

Não há como negar isso, mas podemos entendê-la para melhor enfrentar os novos desafios, sempre em busca da valorização do trabalho.

É preciso que sejamos o contraponto, de forma séria e coerente, frente às informações manipuladas que buscam destruir o movimento sindical.
Necessário também impor os interesses dos trabalhadores frente às alterações que as novas tecnologias estão causando nas relações trabalhistas.

No mundo existem 5,1 bilhões de pessoas com algum tipo de aparelho celular.

O Brasil tem 204 milhões de smartphones, quase a totalidade de 210 milhões de brasileiros.

As pessoas estão conectadas por meio dos seus aparelhos e a comunicação através deles, pelas conhecidas redes sociais, já se mostrou capaz de movimentar as massas.

A tecnologia da AI somada a robótica e a conexão mais veloz, praticamente, sem latência do 5G vai colocar em pleno o funcionamento a indústria 4.0 e todas as suas consequências.

Por isso, precisamos saber entender acompanhar e entender como essa tecnologia impacta na vida do trabalhador em todas as suas camadas para conseguir representar a classe frente aos desafios que surgem na defesa dos direitos trabalhistas e sociais.

Maria Rosângela Lopes
Presidenta do Sindicato dos Metalúrgicos do Vale do Sapucaí

Rosangela LopesPresidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Vale do Sapucaí/MG

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS