Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

BLOGS
Diretoria

Diretoria

José Pereira dos Santos Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região

Diretoria

Campanha salarial é nosso maior desafio

Importantes categorias profissionais fazem campanha salarial neste segundo semestre. Será o primeiro grande teste sob as regras draconianas da lei trabalhista de Temer. Esta, como se sabe, visa baixar salários, cortar direitos e precarizar o trabalho.

A conjuntura é ruim. A recessão é prolongada, o desemprego está muito alto, há um clima de insegurança jurídica trazido pela nova lei e a confusão política piorou após o impeachment de Dilma. Nossa categoria, que tem data-base em novembro, fará campanha em meio à disputa eleitoral mais acirrada das últimas décadas, num clima de perigosa radicalização.

Pois bem. E como fazer campanha salarial nessa conjuntura? Primeiro, com o pé no chão, sabendo que o terreno não favorece. Segundo, com uma pauta enxuta, mas que represente a aspiração das bases. Terceiro, paciência na hora de negociar. E, por fim, buscando mobilizar a categoria.

Já começamos a fazer isso. Dia 24, realizamos na sede encontro com os cinco setores da base. Ouvimos os companheiros, o Dieese mostrou dados da conjuntura e decidimos engajar ao máximo os metalúrgicos na campanha salarial. Para tanto, marcamos assembleia dia 21 de setembro, quando elegeremos nossa pauta.

Outra iniciativa importante se deu no último sábado, 1º de setembro, na sede. Reunimos diretoria e assessoria para ouvir o experiente negociador patronal, dr.Dráusio Rangel, sobre suas expectativas quanto à negociação coletiva. Também fez palestra o engenheiro Osvaldo Lahoz Maia, gerente de Inovação e Tecnologia do Senai. Ele tratou das mudanças tecnológicas e do impacto no emprego da chamada “indústria 4.0”, baseada em tecnologia moderna e forte automação industrial.

O conhecimento sempre foi importante na vida dos povos e instituições. Agora, passa a ser determinante. Daí a necessidade de se ouvir sempre as bases, para saber do próprio trabalhador a quantas anda a produção nas fábricas e que demandas considera prioritárias na campanha. As palestras, como as que tivemos no último sábado, também ajudam muito na compreensão da realidade concreta, para dosar nossos passos na campanha salarial ou nas demais lutas sindicais.

Vitórias – Saúdo a vitória de duas categorias. Bancários fecharam acordo nacional, com aumento real, preservação dos direitos e garantia ao empregado com salário em torno de R$ 11 mil (hipersuficiente, conforme definição da nova lei trabalhista) de que, em vez de negociar direto com o patrão, terá os mesmos benefícios da Convenção Coletiva. Também os Hoteleiros de SP firmaram acordo que preserva todos os itens da Convenção e obtém aumento acima do INPC. Essas vitórias nos estimulam.

Terceirização – O Supremo Tribunal Federal tomou decisão lamentável e nefasta ao aprovar, por 7 votos a 4, a terceirização irrestrita em todas as atividades das empresas. Ampliar a terceirização é um grande equívoco, que só vai piorar as relações de trabalho – inclusive com impacto negativo na produtividade.

José Pereira dos Santos
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Regiãoe secretário nacional de Formação da Força Sindical

Facebook: www.facebook.com/PereiraMetalurgico

Blog: www.pereirametalurgico.blogspot.com.br

 

José Pereira dos SantosPresidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS