Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

Centro de Memória Sindical

Centro de Memória resgata, valoriza e fortalece lutas sindicais

Criada há 40 anos, a Semana de saúde do trabalhador melhorou as condições de trabalho

Após as conquistas de 1978, o ano de 1979 foi considerado o marco inicial da luta contemporânea pela saúde e segurança do trabalhador. Naquele ano ocorreram a 1ª e a 2ª Semana de Saúde do Trabalhador (Semsat).

A unicidade, a contribuição e a ação sindical

Nestes tempos em que o movimento sindical vive grandes desafios, vale reler a apresentação de João Carlos Gonçalves, Juruna, secretário-geral da Força Sindical e diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, sobre as raízes da estrutura sindical brasileira, no Seminário “Liberdade Sindical”, realizado no Tribunal Superior do Trabalho (TST), entre os dia 25 e 27 de abril de 2012.

 

Tempos Modernos: Trabalho infantil, uma triste realidade no Brasil

Segundo o Observatório do Terceiro Setor, 1,8 milhão de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos trabalhavam em 2016, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fábrica de Tecidos Confiança que foi inaugurada em 1885, Vila Isabel, RJ. Foto Carioca da Gema.

 

1979: Congresso dos Metalúrgicos em Poços de Caldas – Liberdade e Autonomia Sindical – parte 1

A transcrição em laudas do Congresso, parte do acervo do Centro de Memória Sindical, foi digitalizada e agora está acessível aos pesquisadores. Segue a primeira parte e o link para as demais.

Depoimento Carlúcio Castanha

Carlúcio Castanha, recifense, operário têxtil e metalúrgico, chegou em São Paulo na década de 1970, trabalhou na fábrica Arno, e ingressou na Oposição Sindical Metalúrgica. Leia aqui seu depoimento.

Faroeste Caboclo e a epopeia de Brasília

Renato Russo musicou e popularizou a epopeia de Brasília na canção Faroeste Caboclo, composta em 1979 e lançada oficialmente em 1987 no álbum Que País É Este. Com 159 versos que não se repetem em nove longos minutos. Sua harmonia e o ritmo extremamente simples, no entanto, fizeram com que caísse na boca do povo.

 

Beth Carvalho canta: Onde está a honestidade?

O poeta Noel Rosa já observava, em sua época, a incoerência entre as origens, o discurso e o modo de vida de certos políticos corrompidos e deslumbrados pelo poder.

Centro de Memória Sindical
Rua do Carmo, 171, 3º andar
Sé Centro – São Paulo SP
11 32274410

Facebook

 

ENVIE SEUS COMENTÁRIOS